11 setembro 2012

Memórias

[...]Os dias vão se passando,e a cada minuto,me pergunto por você.
Há dentro de mim,mistérios a serem revelados.E um dos mistérios,se chama amor.
Esse eu nunca consegui chegar perto de uma resposta,por tanto que desisti.
E nessa minha desis
têcia,conheci alguém que talvez esteja no início de uma grande oportunidade de me trazer a resposta.
É inacreditável os caminhos em que percorro em minhas imaginações.E no fim deles,eu estou aí com você.E então nos abraçamos como se o mundo parace com o nosso abraço...
Minhas palavras parecem ter muito sentido,diante de um mundo de sentimentos.E o dia passa como se nem ao menos podesse-mos vê-lo.
O dia pra mim,é só questão de sobrevivência.Gosto mesmo é do escuro da noite,onde eu realmente vivo,como se meu futuro estivesse me guiando no escuro.
Mas é a noite que posso me manter perto de você.Em meus pesadelos é onde eu quero estar,pois sei que lá te encontrarei.
Espere por mim.Mesmo que eu ainda não esteja chegando,mesmo que minhas malas ainda
não tiverem sido feitas.A hora certa há de chegar,e aí sim seremos eternamente um do outro.
Em suas palavras eu me abrigo,para ver o significado delas,e em cada uma que descubro,nasce um sorriso.
Mas oque não sai da minha cabeça,é o seu sorriso.
Talvez meu futuro estaja começando agora,ou,só agora fui notar as diferenças e falta que faz ser 'EU'.
Ytan Sohnarap.



Nenhum comentário:

Postar um comentário