01 fevereiro 2013

Rascunho


Vou me salvando aos poucos,em pedaços de papel ou até mesmo no rascunho do celular...
Mas sinto algo escapando de ser salvo.Aliás,muitas coisas andam me escapando,e quando vejo,já estou sem.Sempre ganhando aqui e perdendo ali.Ou até mesmo nem ganhando nem perdendo...
Simplesmente não tendo.Então me vejo de olhos fechados,flutuando no mundo em que eu mesma inventei,para que sobrevivesse sendo "eu".Sim,novamente sei que ficará tudo bem.
Estou tão distante de tudo que alcancei...É como se eu tivesse andando e de repente algo me parasse.
Achei que tudo pudesse voltar ao normal,mas o tempo vai se passando e eu ainda estou aqui,no mesmo lugar.Como se eu não soubesse mais andar,é como se eu esperasse uma mão que me apóie,no meu mais novo,"primeiro passo".
Ytan Sohnarap.


Nenhum comentário:

Postar um comentário