04 maio 2014

O vazio.



Acho que a única certeza que tenho sobre o que é viver,é que viver é sempre perder algo ou alguém...
Estamos sempre perdendo,às vezes pro bem e às vezes pro mal.
É inevitável essas perdas e as vezes,normal.
Sim,com a força do tempo,superamos e começamos tudo novamente...
Mas e os sonhos?Alguns também se perderam,mas esse,ah,esse ainda está aqui,me faz chorar por qualquer bobeira que vejo.Me faz sentir a sua presença dentro de mim,esse sonho no qual ninguém acredita.Só minha sócia talvez.
Mas acho que dentro de mim,ele é mais vivo,talvez por que eu o expresse mais.
Não tenho com quem me libertar,as palavras estão presas dentro de mim,me sufocam,então choro.Choro por que não há nada a se fazer a não ser esperar.Esperar por algo que nem sei o que é.Não sei qual a solução.
Esse é meu desespero.Qual a solução?
Sabe,é tantas pessoas com tantos problemas,que as vezes a gente tem que relembrar quais foram nossos mais simples e importante sorrisos e de onde vieram,pois assim,nos dá força pra seguir.E quem sabe,ver o lado bom da vida.
Sim,esse lado bom deve existir em algum lugar.
Em dias vazios assim,eu me prometo muitas coisas.Prometo a mim mesma que não vim ao mundo à toa.Eu tenho alguma missão,que não sei qual é.
Não vou desistir de lutar só por que muitos não acreditam no meu sonho.Eu vou aditante,mesmo que se por força do destino tudo se torne uma falha.Mas sou humana,e sou daquelas que não tem medo de falhar.
E não,não me arrependo de ter ficado depois da faculdade até 5 e meia da manhã trabalhando.Trabalhando por algo que nunca me arrependi de ter começado.Direi isso sempre.Meu dia havia começado às 7 da manhã,terminei no trabalho 7 da noite,saí da faculdade às 23 hrs,e fui trabalhar.Terminei 5 e meia da manhã seguinte.Não,não me arrependo.Digam o que quiserem,me chamem de louca,de doente.Mas se tem uma coisa que me orgulho,é das minhas batalhas.E essa dor que sinto agora,é por incapacitação de agir.Mas não se preocupem comigo,tudo ficará bem.Sempre ficou.Ás vezes é preciso adormecer.Descansar para depois acordar com mais força do que antes.
E mesmo que ninguém acredite,estou aqui,sempre de pé.Eu acredito.
Isso basta.Talvez não tenha ajuda,nem uma mão para segurar.Mas aprendi que para vencer,não basta somente acreditar.O agir é que torna real.
"Temos que bater na porta da exaustão todo santo dia.E deixa eu definir exaustão à vocês,exaustão é  aquele ponto que é tão doloroso que você não consegue forçar mais".
Enfim,sempre segui em frente tendo que tomar todas minhas decisões sozinha.Sempre fui só em todos meus obstáculos.Tenho que me conformar com isso,a vida não nos dá escolhas.Apenas,tomamos as decisões A e B.Na vida nem sempre há a alternativa C.
Infelizmente.
Mas mesmo assim,há esperança.Não vivemos só com um sonho.Tenho outros,tenho que dar conta de todos.
Não importa quanto custa a felicidade e nem o quanto dói para conquistá-la.
O que realmente importa é que eu estou à procura dela.E quando achar,não quero ser egoísta,mesmo com todas minhas dores,eu quero dividi-la com quem eu amo.
E quem sabe,dar um suspiro e dizer: Ah...Viver me valeu a pena...

Nenhum comentário:

Postar um comentário