06 junho 2014

Afastada em silêncio.



O tempo passou,estou aqui,sem ao menos ter uma ideia de como descrever o que sinto.O tempo foi o responsável pela minha abstinência por palavras.
Acordei no mundo onde não há flores por onde passo.Há tempos que estou assim.Exitem também motivos de orgulho dessa minha vida real,sem ela,estaria sem meu amor.Mas no entanto,junto à ela há muito caos.Rotinas me destroem.
Não sei aceitar a covardia de viver para lutar por objetivos dos outros e não pelos os meus.Isso é torturante.Mas sempre estarei aqui.Lutando.Lutando por que eu sei que não se alcança nada parado,estando sempre no mesmo lugar...
 Irei correr,correr até perder o fôlego,por que muito tempo se passou enquanto eu estava apenas sonhado.Tenho que recuperar esse tempo,pois deixei muitas coisas para trás.Minhas orações tem superado isso.Espero dar conta de tudo isso,sem me esquecer de nada,nem de dar todo amor do mundo à quem amo.Quero poder conquistar muitas coisas,mas não quero descuidar dos amores da minha vida.Há pouco tempo nesse mundo.Não sabemos o dia de amanhã.Prefiro nem saber.Gosto de chegar até lá.Mas no fundo,eu sinto que todos os dias fica algo pendente.Por mais doloroso que foi o dia,ainda sinto que não tenho dado o melhor de mim.Apenas por estar assim,cansada.Cansada de corpo e alma.Cansada do mundo.Me sinto uma revoltada.Apenas não concordando com tudo.
Eu quero apenas um dia deitar e poder dizer que tudo foi bem e que não estou cansada,mas feliz.Somente feliz.Mas enquanto esse sonho não se realiza,vou lutar.Lutar para estar ao lado de quem amo,lutar para ver o sorriso no rosto da minha família no almoço de domingo com todos à mesa.Lutarei por isso.Apenas isso.E o resto?
Ah,o resto vem de brinde...

Nenhum comentário:

Postar um comentário