23 outubro 2012

Des-concerto

[...]Ela veio andando de volta pra casa,sentiu uma vazio grande dentro de si.Olhou para o céu,não viu nem a lua e nem as estrelas.No rosto,a incontrolável lágrima saiu...
Pediu então ao Deus,para que houvesse uma forma forma de suprir a ausência e o vazio de seu coração.Veio andando sozinha pela rua na qual não havia luz aos postes.De cabeça baixa chegou até seu portão.Mas antes de entrar olhou esperançosa ao céu,e lá estava a lua entre os prédios da cidade.
Ela sorriu e entrou...

Nenhum comentário:

Postar um comentário