19 abril 2013


Ninguém nunca irá entender o que escrevo.
Podem haver concordâncias das palavras,mas nunca se entenderá o que se passa por trás delas.
Ou talvez,nunca saberei explicar o que sinto pelo qual escrevo.
Sentimentos transbordam,como se avesse sentido para o que penso.
Não me faz nenhum sentido minhas palavras.Não me interesso por sentidos,mas por sentimentos,
se possíveis,verdadeiros...
                Ytan Sohnarap 

2 comentários:

  1. Me sinto assim tambem")
    www.blogredpepper.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É isso ai, razão nunca foi significou felicidade.

    http://killer654heart.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir